quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Dezembro vem o Nataaal ♪ _|_

Depois de um bom tempo sem ter o que escrever aqui, tive a incrível ideia clichê de reclamar sobre o Natal.
Eu não sei os motivos que as pessoas tem de não curtirem o Natal. Creio que seja pelo encontro entre parentes e toda aquela parafernália de amigo secreto, criançada correndo pela casa, tios metidos a engraçadões fazendo a tradicional piada do "pavê ou pra comer" (que no meu caso é minha avó) em que morro de inveja.
Não deve ser tão ruim passar por isso... Um Natal animado com uma família grande, todo mundo falando coisas idiotas e contando... Sei lá... Bobagens do passado o mostrando fotos antigas, talvez. Nunca passei por isso pra saber.

Não sei se os meus motivos são consistentes, apesar de nem esperar que sejam. São só os que me fazem/fizeram perder totalmente a magia. Tirando as das luzes que me encantam não sei por qual motivo. Posso passar a eternidade olhando aqueles pontinhos brilhantes colorindo a cidade.
Problema é que nesse ano a prefeitura deu de por umas luzes azuis e verdes nas arvores que fodem meu astigmatismo mais do que ele já é fodido.

Vamos aos motivos:
Eu sou uma criatura que não consegue parar de pensar um segundo se quer e, provavelmente, vocês não fazem ideia de como é irritante isso. *Para de digitar por segundos, distraída com o barulho do avião passando extremamente baixo por cima de casa* o_o~
... Numa dessas minhas crises parei pra pensar no Natal, descobrindo que não havia motivo algum para que eu goste dele. Seja por motivos pessoais ou não.

É uma celebração bacana se você tem uma família legal, sem nenhum tipo de problema e que não fique discutindo, cheia de conflitos, dividas e etc... O que é impossível! Você vai passar aquele momento "feliz" olhando pra cara daquela sua prima com ódio por ter quebrado o seu CD do Ramones o Natal passado (isso foi um exemplo, não tenho nem mesmo primas, acho). O que faz da festa algo... falso e obrigatório.

"És obrigado ser gentil e amigável, caso contrario... Papai Noel não ira encher suas meias de guloseimas"

As vezes o Natal pode ser uma boa forma de pedir desculpas por todas as merdas feitas no ano. Um dia único para se desculpar e no dia seguinte voltar tudo ao "normal", como se aquelas desculpas não foram ditas, ou melhor... Não significaram nada! (Dessa vez é pessoal)

Sem falar que a ideia de festejar o nascimento de Jesus só é levado a serio por avós e Roberto Carlos.
Esse mundo de hoje em dia. Tão cheio de ateuzinhos rebeldes que mal sabem a historia da bíblia e querem pagar uma de desacreditados para que todos vejam o quanto não precisam de ninguém, muito menos do que chamam de "amigo imaginário".
Foda-se, acredito em Deus na minha maneira, portanto... Que sentem no meu dedo, ateuzinhos. ):

Alias... A segunda postagem que farei sera sobre isso e mais outros tipinhos de pessoas que não suporto.

Aí esta o porque de não ir mais com a cara de tudo isso.
Mas não deixo de ver o lado bom também. Se não fosse por toda essa comemoração falsa decorada com pisca-piscas e bolinhas não teríamos Chocotone.

Feliz Natal, putaiada. ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário